Rua Estado de Santa Catarina, 41 - Salto - SP 11 4456-9603 11 4456-9604

A importância do uso de filtros desferrizadores para o tratamento da água

Conheça nossas

Gostou? compartilhe!

A importância do uso de filtros desferrizadores para o tratamento da água

Ferro e manganês, dois elementos semelhantes, que geralmente ocorrem juntos, e que são muito comuns na crosta da Terra. Com isso, à medida que a água percorre o solo, pode dissolver esses minerais e carregá-los consigo.

No último artigo, falamos sobre os problemas causados pelo possível excesso de flúor na água que chega até nós através da rede pública de abastecimento.

Hoje, falaremos sobre o ferro e o manganês, dois elementos semelhantes, que geralmente ocorrem juntos, e que são muito comuns na crosta da Terra. Com isso, à medida que a água percorre o solo, pode dissolver esses minerais e carregá-los consigo.

Segundo o professor Dr Roque Passos Piveli, “o ferro, apesar de não se constituir em um tóxico, traz diversos problemas para o abastecimento público de água. Confere cor e sabor à ela, provocando manchas em roupas e utensílios sanitários. Também traz o problema do desenvolvimento de depósitos em canalizações e de ferro-bactérias, provocando a contaminação biológica da água na própria rede de distribuição”.

De acordo com uma portaria do Ministério da Saúde, existe uma concentração máxima permitida de ferro na água, para que ela possa se encaixar dentro do padrão de potabilidade: 0,3mg/l.

Já o manganês, de acordo com sua ficha de informação toxicológica, encontrada no site da Cetesb, “apesar de ser um nutriente essencial em pequenas quantidades para muitos organismos vivos, incluindo o ser humano,  a exposição a níveis muito elevados pode resultar em efeitos neurológicos e neuropsiquiátricos, como alucinações, instabilidade emocional, fraqueza, distúrbios de comportamento e da fala, que culminam em uma doença, semelhante ao Mal de Parkinson, denominada manganismo. Com a progressão da doença tem-se alteração na expressão facial, tremores, ataxia, rigidez muscular e distúrbios de marcha”.

Por isso, mais uma vez é fundamental que o processo de tratamento da água seja eficaz o bastante para remover essas substâncias.

Algumas empresas trabalham com um processo de decantação de ferro. No entanto, esse tipo de projeto possui falhas na eficiência do tratamento, já que o ferro diluído não é removido e o manganês, que é um metal pesado, também não.

Aqui na CEA do Brasil, trabalhamos com o elemento filtrante Zeólita CEAFER, que possui maior densidade e, por isso, não se perde pela tubulação na realização das manutenções diárias (retrolavagens).

Se você quiser conhecer mais sobre os nossos serviços, entre em contato conosco.



Gostou? compartilhe!