Filtro Desfluoretador para a remoção de flúor da água

Ao longo dos últimos anos temos observado um aumento na concentração do íon fluoreto na água dos poços artesianos, sendo que em muitos deles o valor tem ultrapassado 1,5 mg/l, que é o limite máximo permitido para água potável no Brasil. Portanto, há a necessidade de que essa água seja tratada para remover o excesso de flúor e readequá-lo aos limites desejados.

O flúor em quantidade excessiva pode causar problemas de saúde, como a fluorose dentária e a descalcificação óssea.

Na CEA do Brasil, as metodologias para a remoção do flúor na água de poços que temos empregado, têm evoluído, com resinas de troca iônica mais eficientes e processos automáticos com custos mais acessíveis, o que facilita as operações e viabiliza as implantações das estações de tratamento.

Técnico CEA do Brasil em uma estação

Filtros compactos e de operação automática.

A manutenção é feita com salmoura (água e sal grosso).

Não são necessários produtos químicos na operação e manutenção.

Não é necessária mão de obra especializada na operação e manutenção.

Fabricados em carcaças plásticas reforçadas em fibra de vidro, que são leves e com alta resistência à corrosão.

Ainda com dúvidas?

Fale com um especialista.

Atendimento
11 4456-9603

Algumas características

O filtro desfluoretador automático da CEA do Brasil, utiliza uma válvula para controlar os processos de filtragem, retrolavagem, regeneração e enxágue, tudo de maneira automática. A manutenção do filtro é feita com salmoura (água e sal grosso), não sendo necessária a utilização de produtos químicos.