Filtro abrandador para a remoção da dureza total da água

A classificação da água de acordo com a concentração da dureza total (somatória das concentrações dos sais de cálcio e magnésio), pode ser: água branda ou macia (0–60mg/l), água moderada ou media (60–150mg/l), água dura (150–300mg/l), água muito dura (300–500mg/l) e água extremamente dura (com teores acima de 500mg/l).

O Ministério da Saúde do Brasil estabelece para água potável uma concentração máxima de cálcio e magnésio de 500 mg/l. A objeção fica por conta do gosto, que eventualmente pode ser considerado uma característica desagradável de águas muito duras.

A água dura não dissolve bem o sabão ou detergente e tem um sabor desagradável. A água dura pode causar depósitos ou incrustações de calcite ou calcário em chuveiros, caldeiras, máquinas de lavar, tubulações, trocadores de calor, etc.

Essas incrustações provocam: troca de calor ineficiente, aumento no consumo de energia ou combustível para aquecer o mesmo volume de água, aumento da pressão de trabalho, diminuição da vazão, manutenções frequentes em bombas e equipamentos, etc.

Filtro Desferrizador da CEA do Brasil em uma estação

Filtros compactos e de operação automática.

A manutenção é feita com salmoura (água e sal grosso).

Não são necessários produtos químicos na operação e manutenção.

Não é necessária mão de obra especializada na operação e manutenção.

Fabricados em carcaças plásticas reforçadas em fibra de vidro, que são leves e com alta resistência à corrosão.

Ainda com dúvidas?

Fale com um especialista.

Atendimento
11 4456-9603

Algumas características

O filtro abrandador é utilizado para remover a dureza da água. O abrandador da CEA do Brasil, utiliza uma válvula automática para controlar os processos de filtragem, retrolavagem, regeneração e enxágue, tudo de maneira automática. A manutenção dos sistemas é feita com salmoura (água e sal grosso), não apresentando dessa forma riscos para a saúde e não sendo necessária a utilização de produtos químicos.

Projetos Realizados